Darcy Penteado, o Observador do Humano



Darcy Penteado, em todos os campos da arte, sempre manifestou o seu talento através da observação generosa da raça humana. Com a mesma elegância e precisão, ele retratou o seu tempo, sem preconceitos. Personalidades da sociedade brasileira e personagens do universo considerado por muitos como mundano receberam o mesmo tratamento artístico.

Sem medo de perder seu público mais fiel, assumiu sua sexualidade no final dos anos 1970 e foi um batalhador incansável pelos direitos dos homossexuais e da luta pela conscientização sobre a epidemia da AIDS.

A proposta curatorial de fragmentação das obras – e em muitos momentos a sua repetição – surgiu para poder iluminar as várias facetas deste artista tão múltiplo. Darcy Penteado desenhou e pintou o humano, não apenas nas telas. Mergulhou na ficção literária e colocou sua própria intimidade a serviço da arte e da incansável batalha pelos Diretos Humanos e contra o preconceito e a intolerância.

Curadoria: Celso Curi
Idealização: Jan Brasil
Horário: 10h00 ás 18h00.
A partir de: 29 de janeiro de 2016
Estação Republica do Metrô – Piso Mezanino
Entrada sugerida pela Rua Arouche, 24.

Comentários estão fechados.